Pixel Up quarta-feira, 12 de maio de 2010

Esta semana temos não uma, mas duas fotografias premiadas! As fotografias escolhidas têm alguns pontos em comum e, desta vez, o que pretendo é que me digam qual delas vos toca mais. A primeira é a de um oficial das Nações Unidas que transporta em braços um polícia ferido. Esta fotografia foi a vencedora, na categoria notícias, da 7ª edição do concurso de fotografia já aqui referido numa das primeiras rubricas: o Prémio Fotojornalismo Visão/BES. Foi tirada por Manuel de Almeida – fotojornalista da agência Lusa –, em Díli, Timor-Leste, em Maio de 2006. Nesta edição, participaram 215 fotógrafos, com 6141 fotos.


Imagem disponível aqui

A segunda fotografia é da autoria de Pedro Correia, fotojornalista do Jornal de Notícias, e foi a vencedora da anterior edição (a 6ª) do mesmo concurso – Prémio Fotojornalismo Visão/BES. Esta foto mostra o sofrimento dos presentes no funeral de um agente da PSP assassinado em serviço, na Amadora, em Março de 2005. Paulo Alves, o agente morto, tinha 23 anos. Ao contrário da outra imagem, esta é a preto-e-branco e esta opção dota os sentimentos de tristeza e perda de um cariz intemporal, reforçando toda a envolvência de dramatismo e comoção que caracteriza esta foto. Em 2005, aquela que foi a 6ª edição do Prémio de Fotojornalismo Visão/BES, contou com a presença de 5815 imagens de 204 fotógrafos.

Imagem disponível aqui

Susana Oliveira

2 comentários:

Ricardo disse...

Boa iniciativa de apoio à cultura portuguesa.

André disse...

Antes de mais parabéns pelo blogue, está muito bom e é uma óptima iniciativa.
Quanto as fotografias, a segunda toca a todos pelas emoções transmitidas na fotografia e de facto transmite melhor essas emoções estando a preto e branco. No entanto a primeira, menos "produzida" ou trabalhada, mostra uma realidade crua do acontecimento em questão. Portanto, e provavelmente ao contrário da maioria, eu diria que a primeira "toca-me" mais.
Continuem assim :)

Enviar um comentário